O paradoxo da existência humana é um objeto central da obra de Søren Kierkegaard [1813–1855]. O homem, uma “síntese do espiritual e do físico” é um animal que, ao ser confrontado pela sua finitude, é capaz de imaginar e se voltar ao infinito, ou seja, busca transcender o físico. A consciência da própria morte angustia o indivíduo, pois foge completamente de seu controle. O custo que pagamos por esta consciência está evidente na história bíblica da Queda, onde Adão e Eva decidem comer a fruta da sabedoria e são expulsos do paraíso. …

Pedro Carboni

Psicoterapeuta. Informações de contato em pedrocarboni.com.br

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store